Você é Carente do que? | Fernanda Lopes de Luzia

Tags

, ,

Convivemos com pessoas “carentes”, por todo lado, você já reparou?
E já se perguntou se é um deles?
20140102-033556.jpg

Carente: Esse termo inclusive é muito usado pra definir alguma população mais pobre de determinado lugar.
Mas de fato, do que são verdadeiramente carentes essas pessoas e no que nos igualamos a todas elas?

Alguns reclamam de falta de dinheiro, falta de um lugar digno para morar, falta de emprego, falta de atenção por parte das pessoas com quem convivem, mas no fundo tudo é falta de uma coisa só: Falta de si mesmo!

Ainda esperamos que as mudanças aconteçam de fora pra dentro, que tudo lá fora se adapte ao que verdadeiramente queremos. E o resultado é essa carência excessiva.

E perdemos demasiadamente tempo nos lamentando das situações: no trabalho, nos relacionamentos familiares, afetivos, em nossa cidade, no planeta, etc.

Se somos carentes podemos dizer claramente que não cuidamos o suficiente de nós como deveríamos, que talvez ainda não nos valorizamos como ainda poderíamos….

Alguns dizem essa frase “Eu não preciso de ninguém” – Que também é uma grande tolice. Nós precisamos das pessoas. Precisamos nos relacionar, o Universo é feito de trocas!

Mas a diferença é: Você não precisa se tornar dependente de alguém, dependente de que o outro te dê o alimento para ser feliz!
O alimento para ser feliz está dentro de você mesmo: De mais ninguém!

Você pode ter um dia nublado, mas fazer sua tarde ser ensolarada! Depende de você. Depende de você criar meios para se sentir bem consigo mesmo e deixar sua alma se expressar!

Deixe as pessoas fazerem parte de seu mundo, convide-as para brincar, quando seu espírito é pura alegria! Mas se um dia desses você precisar brincar sozinho, não deixe de fazer isso! Não anule sua alegria porque alguem não quis brincar com você! Cante, ache as coisas belas da vida, e comungue com elas.

Seja um imã que atrai situações boas simplesmente por Ser e não por “fazer” ou “ter”. Apenas seja!

Tudo na vida em excesso é veneno. Para tudo existe uma medida!

Se você está muito tempo na lamentação ou na tristeza, preste atenção! É você quem ainda escolhe permanecer aí!

Talvez em algum momento você precisou criar uma “doença” emocional ou física pra chamar atenção e cuidados dos outros, mas perceba, tudo isso é passageiro. Crie raízes profundas em sua vida com as pessoas, não relações viciantes de apego ou de dependência com alguém. Troque: Escute, fale, toque e deixe ser tocado (da maneira que as pessoas sabem).

Você não perde nada ao deixar a carência partir de sua vida e dar lugar à uma nova pessoa radiante. Aliás, você ganha, e muito.

Retome sua energia, faça diferente, saia de qualquer processo de vítima e seja a primeira pessoa de sua vida. Esteja em seu centro!

* Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citada a autoria.

CAMPANHA DE DIREITOS AUTORAIS – APOIE E DIVULGUE ESSA IDÉIA.

Anúncios

Arte é Amor | Débora Bz Brandão

Tags

, , , , ,

Por que toda arte tem que ser feita com amor?
20140102-030845.jpg

Deus cria tudo com amor, assim como a natureza, os animais e o ser humano.

Usando este exemplo maior, podemos fazer várias analogias de como nos tornamos pequenos exemplos de deuses.

Quando cozinhamos, por exemplo, devemos fazer com amor. Se tivermos em mente que a panela corresponde ao feminino e a colher ao masculino, tudo que for feito nesta panela, com os movimentos da colher, sob a ação do fogo que aquece a panela e sob a ação do criador que movimenta a colher, será como um filho que nasce da união do homem e da mulher sob a ação de Deus.

Assim como Deus age por puro amor, nossos atos devem seguir seus exemplos. Por isso devem ser feitos com carinho e amor para que possam trazer benefícios a quem for saborear.

O mesmo acontece com a pintura.
A tela branca seria o feminino e o pincel o masculino. Neste caso o fogo da criação está acontecendo na mente do artista e não na tela em branco. Sob a ação do dom que Deus lhe deu, ele irá agir movimentando o pincel misturando as cores e transportando para a tela sua imaginação. Este artista será um criador fazendo sua criação, a pintura, e por isso deve estar cheio de amor para que esta obra possa transmitir aos espectadores o que Deus lhe deu de melhor, o dom de pintar.

Cozinhar, pintar, cantar, representar, todas as artes são formas de expressão onde o homem se torna um mini deus, sendo um exemplo de como Deus age ao criar.

Assim como somos formas de amor da criação de Deus, devemos usar o dom que recebemos para colocar no mundo o amor como exemplos de nossas criações.

Débora Baruzzi Brandão
São Paulo, 25 de agosto de 2010.

Felicidade é Estado de Espírito | Débora Bz Brandão

Tags

, , , ,

Fim de ano as coisas ficam meio conturbadas…

Mais transito, mais lugares para ir, mais festas, mais gastos, para quem tem filhos, férias escolares, e para quem não tem, férias escolares dos filhos dos outros, preocupação do que fazer no Natal, família, amigos, o que fazer no Ano Novo, para onde ir, quanto gastar, preocupações com contas de começo de ano,… um mar sem fim de preocupações…

As pessoas ficam mais tensas, lembram de familiares que já partiram, lembram de desavenças, lembram de tantos planos que fizeram e não conseguiram realizar… outro mar sem fim de preocupações…

Sky

Os shoppings lotados, sem lugar para estacionar o carro, sem numeração da camisa que quer comprar de presente, sem tamanho do sapato que gostou, crianças correndo de um lado pro outro, pessoas abarrotadas de sacolas, mas tristes porque não conseguiram comprar tudo o que queriam, porque não acharam ou porque o dinheiro acabou….

É preciso dar uma pausa, e assistir a tudo isso como se estivesse em Slow Motion…

Todo ano acontece tudo igual, ou melhor (pior) piorando, mais transito, mais barulho, mais compras, menos dinheiro, mais falta de familiares que se foram, um ciclo vicioso… uma roda de “samsara”… padrões que vão repetindo, repetindo, até que você consiga ver que tudo é uma grande ilusão…

Até nas famílias mais católicas a celebração de Natal virou algo comercial… Jesus, agradecimentos, reflexões saudáveis, atos de fé, caridade, amor… se perderam no ar…

Felicidade não é ir na loja fazer compras, não é uma mesa farta de comidas deliciosas, não é falar Feliz Natal para aquela pessoa que te tratou mal o ano inteiro, entregar um presente que você comprou por obrigação…

Felicidade é estado de espírito, é ser feliz por ser feliz, por Ser. É ser grato o ano inteiro pelo arroz e feijão, é falar bom dia para o porteiro, é fazer piada com a caixa do supermercado, é levar a vida leve, é sorrir, é olhar o céu e sentir uma conexão, um carinho que surge por se sentir pleno, completo, por sentir Amor.

Ame mais, ame sempre. Tenha mais tolerância, mais paciência, mais prudência neste fim de ano, as coisas vão continuar conturbadas, mas você pode escolher não entrar nesse mar sem fim turbulento. Apenas flutue, apenas boie, e siga contemplando o Sol que ilumina a todos nós diariamente, em silêncio, paz e harmonia!

Namaste

Débora Bz Brandão

Sutilização do Ser | Débora Baruzzi Brandão

Tags

, ,

Tem-se falado muito sobre a sutilização do planeta nos últimos meses.

Especulações sobre a sutilização do plano astral.

E pouco sobre a sutilização do ser que ainda nem consegue ser humano, que dirá Ser.

Nas ultimas semanas tenho refletido sobre esse assunto e coloquei em palavras, que estão servindo para ampliar minha reflexão…

20130324-230429.jpg

Se toda a maldade do mundo fosse eliminada hoje, você se sustentaria nesse mundo?
Você agiria só pelo bem?
Pensaria só coisas boas?
Amaria a todos incondicionalmente não importando credo, raça, visão política, partidária, escolhas,… Respeitaria humanos e outras raças de animais?
Você não julgaria aos outros e nem tampouco a si mesmo?
E se alguém fosse contrario às suas idéias você aceitaria e continuaria em paz?
E se alguém pisasse no seu pé? Como você reagiria?
E se alguém tivesse fome e pedisse comida a você? Você daria o que tivesse de melhor em sua despensa?
E se alguém fechasse você no transito? Ficaria tranquilo e desejaria ao outro:
“Vá em Paz!” ?

Nós queremos paz, mas quem promove paz e está em paz?

Então, veja por si mesmo o mundo que promove à sua volta. O mundo é o que somos e se “somos todos um”, somos todos iguais, apesar de aparentar sermos diferentes.

Vá, viva e seja feliz, assim todos nós seremos felizes!

Débora Baruzzi Brandão

Iluminando o Lago Interior | Débora Baruzzi Brandão

Tags

, ,

Iluminando o Lago Interior

Quando a luz cai no lago clareia toda escuridão, pois a água reflete a incidência dos raios luminosos.

Assim deve ser nossa mente, receptiva e calma como o espelho de um lago que recebe energias luminosas dos raios divinos e, assim, poder refletir e expandir toda luminosidade ao redor, ampliando nossos conceitos, nossa memória, nossos entendimentos e iluminando toda a escuridão que nos cerca.

Que nossas mentes possam ser como um receptáculo do bem o do amor podendo ser ampliado a nós e a muitos seres que nos rodeiam.

Que a Luz do Todo ilumine todas as trevas na Terra.

Que vocês possam ajudar iluminando a si mesmos e aos seus amigos, colegas e familiares. Seja para o bem e elimine todo o mal.

Que haja Luz, muita Luz!

Paz a todos vocês.

Salve, Salve, Salve, Jorge.

 

Corrente de Pai João da Caridade – Psicografado por Débora Baruzzi Brandão

NERC, 16 de Outubro de 2012